A roda gigante.


Tecnicamente este blog deveria estar desativado, e está, eu acho, portanto você ai que estiver lendo, tecnicamente não está...


Durante alguns anos eu vivi a vida virtual como se “de verdade” ela fosse, mas convencida que ela não era real eu me lancei a vida “real”... todos os “amigos” diziam que já era passada a hora de ir viver lá fora, e de uma forma muito mais que sutil, eu pensava que um dia inevitavelmente eu teria que sair e ver o sol, afinal de contas eu não tinha maiores motivos pra me esconder dentro de casa, e apesar dos pesares já que foram os anéis, ainda me restavam os dedos pra tatear o mundo e redescobrir a vida, pelo menos era assim que eu me deixava convencer.

 

A vida lá fora é uma roda gigante, que gira sem parar, e quase nunca conseguimos deixa-la por um tempo, ignora-la e depois voltar e requerer  nossa gaiola giratória, nosso vagão. Ao me deparar com essa realidade entendi que não seria fácil reatar com a vida lá fora, e me acovardei até certo ponto.

 

Decepcionada comigo mesma diante da covardia que me dominava, eu investi friamente contra o vagão e me sentei e não permiti que a roda parasse, antes quis que ela continuasse na sua constante velocidade habitual, eu me adequaria, era o justo e então entre enjoos e vômitos eu me segurei em meu banco, para assim descobrir o óbvio...

 

Na vida virtual, mesmo quando esta é motivada por “motivos justos”, ainda que estes o sejam somente para nós, esses não servirão a nada que não seja justificar nossa covardia diante do que julgamos impossível subjugar. É atrás do teclado onde muitas vezes eu também me vali de “desculpas”, que o ser humano, principalmente aqueles que se valem do anonimato, mostram seu lado mais vil, mas é também onde não temos vergonha de contar e expor coisas que jamais nos daríamos a falar em voz alta, é onde todo, ou quase todo mundo se permite ser o que não é, gostar do que quiser, sem pensar ou parar para sofrer com o que isso implica.

 

Não sei por quanto tempo estive fora, fora ou longe do mundo real, mas por quanto tempo eu me protegi e fui protegida por quem me ama, da vida, da vida real, aquela lá fora, a que aqueles que nos vem sentados teclando dizem ser a “vida de verdade”, mas o que mais me intriga é que não importa por quanto tempo eu tenha ficado fora, ela não melhorou nada...

 

As pessoas certamente ainda fazem o que faziam e quase nada mudou, se houveram mudanças estas foram sutis, a ponto de eu entender que a falsidade continua sendo intrínseca do ser humano, quer andando por ai, quer sentado atrás de um teclado; que as pessoas más continuam sendo más, e as “boas” continuam fingindo ser boas, não que eu não acredite no ser humano bom, eu até acredito, mas ainda não o encontrei... nem mesmo quando olho no espelho!

 

A briga entre o bem e o mal dentro de cada um de nós ainda continua se valendo dos nossos motivos mais egoístas pra justificar nossas perdas para o lado negro, e todos os dias os discursos  se repetem, há justificativa e motivo para tudo, menos para se fazer o bem, na categoria de vilões onde eu absolutamente me encaixo, quer na vida virtual ou na “vida real”, eu também sempre encontro justificativas e perdão, tolerância e um peso para duas medidas...

 

Batido mas muito atual, poderia dizer que quanto mais conheço os seres humanos, mais amo minhas cachorras, mas ao dize-lo eu me questiono se as amaria tanto se elas por ventura falassem!!



Postado por: Blue® às 13h23





Postado por: Blue® às 01h43





Postado por: Blue® às 01h54





Postado por: Blue® às 03h52



Quem não pode com mandiga... não carrega patuá!!

 

Como já comentei num post abaixo, os BBBs se sentem estrelas já consagradas ao interagir com Globais e Cantores. No vídeo abaixo Natália pega o "biliu" do André Marques e toma uma dedada na perereca em retorno... Vale lembrar que antes André já tinha dado uma dedada na Michelly virge pura que foi abusada pelo vizinho... Muito de tudo que essa nova geração curte nessa última festa regada a bebida, afinal, é preciso ter "desculpas" para os comportamentos bizarros exibidos, pelo menos pros puritanos de plantão. 


Tenho lido duras críticas ao comportamento dos jovens no programa, mas na maioria do tempo, eu vejo que as críticas mais duras partem de pessoas na casa dos "enta" - talvez seja a hora da geração que hoje está nos "enta" (quarenta, cinquenta anos) começar a rever seus conceitos, e começar a cair na real.


Quando éramos jovens, nos anos 80, 90, também faziamos coisas que nossos pais consideravam "promiscuidade", agora ao vermos os jovens nos sentimos as vezes (ou todo tempo pra alguns) indignados com sua forma de expressar sua sexualidade. Sinceramente senhoras e senhores, vocês realmente acreditam que seus filhos e filhas quando vão para as baladas fazem algo angelical enquanto vocês assistem TV?? Tem pai e mãe com quarenta, cinquenta anos que fica em casa enquanto os filhos vão pra balada acreditando MESMO que seus filhos vão dançar e paquerar como se fazia nos anos 80/90, dar uns amassos apertados no portão, passadinhas de mão a meia lua e depois vão voltar pra casa para dormir...  Acordem, tudo que vocês faziam na época de vocês e deixava suas mães com os cabelos em pé, agora é fichinha perto do que os jovens dessa geração fazem, e tirem suas máscaras de pasmados e puritanos, é a evolução, acreditem, não vai melhorar, a tendência é piorar (pelo menos na nossa concepção), entretanto NUNCA poderemos nos esquecer que quem deu início a essa LIBERAÇÃO 20 ou 30 anos atrás fomos NÓS, já que se deixarmos a hipocrisia de lado, vamos nos lembrar do quanto lutamos pela nossa liberdade!! Talvez de uma forma bem menos vulgar é verdade, mas era o que desejávamos ardentemente quando tínhamos 20 anos, poder tudo sem pensar em julgamentos, e pra ser sincera, todos queríamos CHOCAR com nossos comportamentos. 


Enfim, Bial deu um aviso e eles "entenderam", cada um como quis, e acreditam que SE MOSTRAR é se VULGARIZAR, e mostrar até onde se pode ir na mostra de sua LIBERDADE.

 

Em tempo: Li um comentário em um echo de uma garota que dizia o seguinte: "O André Marques tá mais que certo, ele é HOMEM, se a mulher se esfrega nele, tem mais que lascar o dedo" - Folgo em saber que a geração dos "enta" criou os filhos e filhas para a LIBERDADE e sem MACHISMO... irônico e triste!



Postado por: Blue® às 19h44



Vesguelly chora e conta que foi ABUSADA sexualmente... SÓ pra ficar na casa...

Veja nos links abaixo como ser abusada na infância pode deixar a cabeça de uma pessoa... tadinha né?

http://www.youtube.com/watch?v=I0J2SyRoSNA

http://www.youtube.com/watch?v=Hb399EXRgZ4

Tipo... sem comentários né???? 

 



Postado por: Blue® às 03h44



Desculpe mas... QUEM SÃO AS ESTRELAS????

 

Vai longe o tempo em que Show no BBB era um momento onde alguns desconhecidos, pseudo-futuras-celebridades confinadas em uma casa assistiam DESLUMBRADOS a um show e se deliciavam em estar cara-a-cara com VERDADEIROS ÍDOLOS!!! Havia sempre um deslumbramento e uma euforia enorme dos participantes por terem para sí um show especial, que dava a eles uma chance excepcional e muito aguardada. E assim víamos pessoas "comuns" se deliciando diante dos cantores/bandas.... algo parecido com o que eu ou você sentiríamos se ficássemos de frente com um cantor/banda que amamos, que curtimos muito, e este estivesse alí cantando pra mim, pra você...

 

O que assisti hoje foi algo que já deveríamos esperar eu acho, uma vez que o elenco escolhido SE ACHA, SE SENTE e SE VÊ como grandes "Estrelas" no horizonte do cenário cultural e artístico brasileiro. Ví os participantes interagindo com Bruno e Marrone de igual para igual, sem nenhuma modéstia se igualando como estrelas de mesmo calibre e se comportando exatamente como se os dois cantores estivessem dando um show para o elenco de uma novela Global. Íntimos, próximos e inconveniêntes, os BBBs invadiam o palco tentando uma forma de aparecer, usando o show e seus cantores como uma escada a mais que para mostrarem o quanto JÁ SÃO sub-celebridades e o quanto estão acostumados e preparados para a vida de "estrelas" que SERÃO. Alguns chegaram ao ponto de atrapalhar Bruno, que de forma profissional se mantinha distante. Bruno fez um show profissional, terminou o que veio fazer e se retirou sem maiores delongas, deixando claro em vários momentos que não acompanha e nem curte BBB, e pra fechar com chave de ouro o profissionalismo do cantor, não posso deixar de citar que ele se comportou diante das "estrelas BBBísticas" como se comporta diante de simples fãs de um show, quiça até mais frio...

 

Ao fim do Show, fechada a cortina, as "estrelas" pediram bis, e foram imediatamente repreendidas pela produção. Simples, claro e rápido, o Show acabou, era só e ponto final. Sem rasgação de seda dos cantores para os participantes, sem influencias e falações desnecessárias. Show é assim, vc vai, eles cantam, vc ouve, eles saem e ACABA, ponto!

 

Gostei!! Ponto pra você Bolinho! Finalmente tá endurecendo a conduta diante dessa corja de lesmas.... Espero que a apelação de tirar 2 participantes e colocar 2 novos surta o efeito esperado e não termine de afundar esse barco, já que a única cena que me vem a mente quando penso nessa edição é de você sentadinho num barco quase afundando, tirando água de dentro dele com um baldinho.... Fica triste não Bolinho, te empresto minha bóia de patinho....rs



Postado por: Blue® às 23h28




Usuários Online

contador de visitas

.:: Histórico ::.

Ver mensagens anteriores

.:: Blogs Parceiros ::.


**Na Marquise BBB

**Cabaré da Nazaré

**Blog da Mara

**Fã Clube Fani

**Botecoterapia

**Blog do Manga

**De Camarote VIP

**Matutando da Mineirinha

**Tico e Teco

**Jebal do Tors

.:: Email ::.